menu

Topo
Verônica Laino

Verônica Laino

Categorias

Histórico

5 passos para não exagerar na ceia de Natal

Verônica Laino

2018-12-20T18:04:00

18/12/2018 04h00

Crédito: iStock

O ano está quase acabando, as festas estão se aproximando e você é do tipo que só consegue pensar nas comidas destas confraternizações?

Calma! Respira fundo e presta atenção nestes cinco passos que eu vou ensinar para você conseguir aproveitar as festas, mas sem exagero. Afinal você batalhou o ano todo para mudar sua alimentação, se manter ativo e mudar seu corpo, não vai ser agora que vai jogar tudo isso para o alto não é mesmo?

Então vamos por partes, uma passo de cada vez!

1. Organização é tudo!

Crédito: iStock

O primeiro passo é se organizar antes do seu dia começar! Na noite anterior, antes de dormir, veja quais eventos você terá no dia seguinte e quais envolve comida.

Depois disso, repense as suas outras refeições desde o café da manhã até o jantar, incluindo os lanches. Qual horário será a festa ou a confraternização? Nas outras refeições, você consegue retirar alguma coisa?

Por exemplo, no café da manhã, tem como comer uma fatia de pão em vez de duas? No almoço, que tal optar por uma salada com bastante folhas e uma proteína magra? Antes de ir para a festa, tem como comer um prato de salada antes? Assim já chega saciado e consegue se controlar melhor.

2. Não pule refeições

Crédito: iStock

O segundo passo é muito importante, você não deve nunca pular as refeições para tentar compensar, nem no dia seguinte isso deve acontecer.

Pensa comigo, se você pular uma refeição vai ficar com muita fome e o que a gente faz quando está com muita fome e chega em um local onde a oferta de alimentos é enorme? Sai comendo igual uns desesperados, perdendo completamente o controle sob a comida e muitas vezes tendo quadros de compulsão.

Então lembre-se que é melhor economizar e comer menos igual eu ensinei no primeiro passo do que simplesmente pular uma refeição.

3. Mastigue bem a comida

Crédito: iStock

O terceiro passo é ajudar seu cérebro a entender que você já está satisfeito e isso acontece quando a gente come devagar, mastigando bem o alimento, saboreando bem a comida.

Para te ajudar, pense no seguinte, se está muito concentrado na conversa, melhor deixar a comida para depois, se não, você vai comer e nem vai perceber, com isso você acabou ingerindo um monte de caloria sem ao menos ter saboreado aquilo, então na festa lembre-se que a hora de comer é de prestar atenção no que está levando a boca, mastigar bastante o alimento e realmente sentir prazer por aquilo que está comendo e não simplesmente comer porque o alimento está ali disponível.

4. Bebidas também contam calorias

Crédito: iStock

O quarto passo é prestar bastante atenção naquilo que vai beber, afinal muitas bebidas conseguem ser mais calóricas que as comidas e o lado negativo é que elas não dão sensação de saciedade.

Então limite a quantidade de bebida alcoólica ou refrigerante para uma dose na noite ou no máximo duas doses. O restante da noite prefira beber água ou água aromatizada.

Os sucos também devem ser evitados neste momento, afinal, suco é feito de frutas que são fontes de carboidrato, sim um carboidrato saudável, porém se consumido em excesso, sua refeição terá no final da noite excesso de carboidrato e isso pode levar ao ganho de peso.

5. Invista em exercícios

Crédito: iStock

O último passo é aumentar seu gasto calórico no dia, com isso seu corpo não entende que tudo que você comeu é caloria extra. Quando a gente se exercita, nosso metabolismo fica acelerado e exige mais calorias do corpo, ou seja, se você comer um pouco de calorias extras seu corpo vai conseguir queima-las sem querer estocar.

Lembrando que o ideal é fazer aqueles exercícios que seu corpo já está acostumado e quanto mais intensa for a atividade física, mais calorias irá gastar. Então lembre-se de levar a roupa de ginástica para a viagem ou casa dos familiares, se estiver trabalhando, tente encaixar a academia antes de ir para o serviço.

Sobre o autor

Verônica Laino é formada em Nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e à produção de conteúdo online, mídias sociais e eventos, como forma de alcançar cada vez mais pessoas e ajudá-las a levar uma vida prática, saudável, balanceada e gostosa.

Sobre o blog

Dicas sobre nutrição, com foco na alimentação de verdade (e sem radicalismo), que vão te ajudar a fazer alterações concretas no seu estilo de vida. A ideia é que você alcance o seu verdadeiro potencial e atinja sua melhor versão.