Topo
Verônica Laino

Verônica Laino

Categorias

Histórico

Quantos cafés podemos tomar por dia? Entenda os benefícios dessa bebida

Verônica Laino

30/07/2019 04h00

Crédito: iStock

E aí? Você é do tipo que ama café ou consome somente para se manter acordado? Tem quem ame ou odeie a bebida, que pode ser feita de inúmeras maneiras e pode ser servido com açúcar, adoçante, leite, creme, nata, etc. Porém todos os benefícios que vou falar hoje valem apenas para o café preto, sem nenhuma adição.

Para quem acha o café muito amargo a dica é comprar aqueles que estão escrito na embalagem como gourmet ou superior, que são feitos de café 100% arábica, estes tem um sabor mais suave e não tão amargo, assim fica mais fácil não adicionar nada.

Outra coisa que vale lembrar é que o nosso paladar demora em torno de 20 dias para se adaptar, então antes de desistir do café puro, continue insistindo até você se adaptar ao paladar dele e eu te garanto que uma vez que você se acostuma com o sabor dele amargo, ao consumir um café adoçado você vai achar ele bem ruim.

Infelizmente nem todo mundo consegue dormir 8 horas de forma contínua todos os dias à noite, por isso, o café da manhã muitas vezes precisa de um café preto para espantar o sono e dar energia para começar o dia, mas será que faz mal consumir vários cafés ao longo do dia?

Hoje em dia temos vários estudos que mostram o quanto podemos consumir, claro que alguns falam que a quantidade é ilimitada, mas a maioria confirma que para colher apenas os benefícios do café o ideal é não ultrapassar quatro xícaras de 50 ml por dia. Esta quantidade leva em consideração vários órgãos como os rins que devido à presença de oxalato no café podem ser prejudicados se a dose máxima do dia for excedida.

Outra coisa que temos que tomar cuidado é o horário que vamos consumir a última dose de café. O ideal é que ela seja consumida pelo menos 3 horas antes do horário de deitar, pois a presença de cafeína pode atrapalhar a produção hormonal no período da noite. Mesmo as pessoas que tomam café e conseguem dormir sem problemas podem ter a produção de hormônios prejudicada, então não podemos nos basear se o café deixa a pessoa alerta ou não.

Quem tem um estômago sensível ou tem um dia muito estressante tem que tomar cuidado, pois o café em excesso por iniciar ou piorar uma gastrite já existente, já que a bebida pode enfraquecer a mucosa que reveste o estômago, o que deixa mais vulnerável para as bactérias e causarem a irritação. Então sempre converse com sua nutricionista para ela definir qual a quantidade ideal no seu caso.

Crédito: iStock

Benefícios do café

Agora vamos falar dos benefícios destas xícaras ao longo do dia? Afinal se controlarmos a quantidade podemos colher muitas coisas boas!

Para quem trabalha muito na frente do computador ou estudantes ele é uma ótima opção pois auxilia na melhora da função cerebral, ou seja, seu desempenho em tarefas cognitivas de longa duração e que exigem estado de alerta melhora muito! Assim você vai conseguir fazer suas horas renderem e ser mais produtivo ao longo do dia.

Quem está focado em reduzir aqueles quilinhos extras e está seguindo uma reeducação alimentar o café pode ser um grande aliado! Alguns estudos mostram que a bebida é capaz de estimular as reservas de 'gordura marrom', que é responsável pela queima de calorias e produção de calor, ou seja, ele contribui para acelerar o metabolismo por conter um composto que aumenta o gasto energético. Claro que de nada adianta tomar café e sair comendo um monte de tranqueira, a ideia do café é acelerar o resultado que a dieta teria.

Por ser rico em polifenóis, algumas pessoas podem notar um controle da glicemia, mas claro, isso só funciona se você não adoçar seu café com açúcar ou adoçante. O mecanismo estudado é que o café pode ajudar a insulina (produzida pelo pâncreas) a funcionar melhor e isto acaba levando à redução dos níveis de glicemia após as refeições e pode reduzir a incidência de diabetes mellitus tipo 2.

A boa notícia é que quem é sensível ao efeito estimulante da cafeína, você pode utilizar o descafeinado e ainda colher bons resultados. Tanto o café com cafeína quanto o descafeinado são concentrados em niacina, um ativo que ajuda a eliminar as toxinas acumuladas no organismo e ainda ajuda no controle do colesterol ruim, além da vitamina B2, que melhora a imunidade.

Agora bora passar um café e colher estes bons resultados.

Sobre o autor

Verônica Laino é formada em Nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e à produção de conteúdo online, mídias sociais e eventos, como forma de alcançar cada vez mais pessoas e ajudá-las a levar uma vida prática, saudável, balanceada e gostosa.

Sobre o blog

Dicas sobre nutrição, com foco na alimentação de verdade (e sem radicalismo), que vão te ajudar a fazer alterações concretas no seu estilo de vida. A ideia é que você alcance o seu verdadeiro potencial e atinja sua melhor versão.

Mais Verônica Laino