PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Evite o desperdício dos alimentos e economize com estas 4 dicas

Verônica Laino

04/02/2020 04h00

Crédito: iStock

Cada vez que a gente vai ao supermercado fazer compra é um susto na hora de pagar, afinal os produtos estão ficando cada vez mais caros.

Uma excelente forma de economizar é evitando o desperdício. Você já parou para pensar quanto de comida você joga fora? No dia a dia o desperdício pode até parecer pequeno, mas você sabia que 1/3 de toda comida produzida é desperdiçada todos os anos? Esses alimentos seriam suficientes para alimentar 2 bilhões de pessoas.

Se a gente for colocar em valores, uma família que gasta em média R$650,00 ao mês com alimentos e desperdiça quase um terço disso "joga fora" mais de R$ 180,00 ao mês. Que tal lutarmos para evitar o desperdício e desta forma não gerar este desperdício de R$ 2.160,00 ao ano?

Siga estas 4 dicas para evitar o desperdício:

1. Compre com propósito

Tudo que você comprar tem que ter um destino. Deixe para fazer suas compras somente no dia que você tem tempo livre, nada de fazer compras picadas e em dias corridos, assim que chegar do supermercado você já deve organizar seus alimentos, estipular o que será utilizado em cada receita e quando esta receita será feita. Desta forma cada alimento tem seu destino e não corre o risco de ser esquecido ali na fruteira ou no fundo da geladeira.

Se por um acaso você comprou um legume pois estava barato e ainda não sabe ao certo como vai utilizar, é legal fazer o branqueamento dele. Chegue em casa, higienize o legume na água clorada por 10 minutos, depois disso corte-o, cozinhe no vapor por três minutos, depois jogue na água gelada com gelo para parar o cozimento, escorra o legume e congele por até três meses. Desta forma você aproveita a promoção e não corre o risco de desperdiçar o alimento, depois de branqueado seu legume estará pré-cozido e pode ser utilizado em refogados, recheios de tortas, sopas, farofa, etc.

Já as frutas é só picar e congelar por até dois meses. As frutas congeladas ficam ótimas no suco, na geleia, no bolo, no iogurte, etc.

Crédito: iStock

2. Organização é tudo!

No último final de semana do mês é importante organizar o congelador e a despensa. Os alimentos que estiverem abertos na despensa devem ser utilizados em no máximo 15 dias, já os alimentos que estão congelados tente consumi-los em até 30 dias.

Organize um cardápio que você possa incluir estes alimentos e compre somente o necessário para complementar as receitas.

Hoje em dia a gente nem precisa ser criativo na cozinha, pois na internet achamos tudo! Por exemplo, você tem farinha de grão-de-bico que comprou e nem sabe como usar? É só abrir seu navegador e digitar no campo de busca: farinha de grão-de-bico receita. Um monte de ideia bacana vai aparecer na busca e assim você consegue até variar o cardápio.

3. Ideias com sobras

Um dos maiores desperdício que temos são aqueles restinhos do almoço e do jantar que não são suficientes para montar um prato completo.

Para estas comidas temos sempre três soluções: omelete, torta ou sopa. É possível transformar qualquer alimento que sobra em uma destas três opções.

As sobras de carne podem incrementar o omelete e serem servidas no horário do jantar. Já as sobras de arroz, batata, mandioca, farofa e até macarrão podem ser transformadas em torta de liquidificador, basta bater as sobras com ovos e ir acrescentando farinha até dar o ponto de massa tipo bolo, depois disso coloca o recheio da sua preferência e leva para assar. Esta torta é uma excelente opção para comer de lanche da tarde.

Já os legumes e o feijão se tornam uma deliciosa sopa! Como já estão cozidos, deixe para acrescentar no final do cozimento daquela sua receita favorita.

Caso você não tenha tempo para fazer a receita no dia que sobrou o alimento, congele e coloque um despertador no seu celular para lembrar de utilizar esta sobra no final de semana, assim já começa a semana com a comida pronta e sem desperdício.

Crédito: iStock

4. Aproveitamento integral do alimento

Cascas, talos e folhas das frutas, legumes e verduras não devem ser desperdiçados. Estas partes dos alimentos são ricas em vitaminas e minerais e podem se transformar em inúmeras receitas.

Aqui na minha coluna eu já ensinei 5 alimentos que podemos utilizar por completo e algumas receitas. Agora como regra geral, todo talos de vegetais como beterraba, agrião, cenoura ou couve podem ser refogados e colocados em farofa ou sopa.

As cascas das frutas podem ser utilizadas no preparo de doces, bolos, tortas ou chás. Já as cascas das frutas cítricas podem ser trituradas e adicionadas ao azeite para dar um toque especial aos molhos e saladas.

Usando o alimento de forma integral não só evita-se o desperdício, como suas receitas vão render mais, ou seja, a sua compra pode ser menor e a economia será ainda maior.

Sobre o autor

Verônica Laino é formada em Nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e à produção de conteúdo online, mídias sociais e eventos, como forma de alcançar cada vez mais pessoas e ajudá-las a levar uma vida prática, saudável, balanceada e gostosa.

Sobre o blog

Dicas sobre nutrição, com foco na alimentação de verdade (e sem radicalismo), que vão te ajudar a fazer alterações concretas no seu estilo de vida. A ideia é que você alcance o seu verdadeiro potencial e atinja sua melhor versão.

Verônica Laino