PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

5 dicas para driblar a fome estando em casa

Verônica Laino

14/04/2020 04h00

Crédito: iStock

Com a mudança da nossa rotina estamos muito mais tempo em casa e com isso muitas pessoas estão comendo mais do que o costume. Temos que tomar cuidado com estes beliscos fora de hora para não ganhar peso e prejudicar nossa saúde. Mesmo aquelas pessoas que estão trabalhando de casa, o simples fato de não perder mais tempo para ir e vir do trabalho, faz com que sobre mais tempo ocioso. Pensando nisso, confira estas cinco dicas para driblar a fome fora de hora

1. Hidratação

Por mais simples que possa parecer, o ato de se manter hidratado faz com que você consiga controlar melhor a fome. O ideal é consumir entre 2 a 3 litros de líquidos por dia, preferencialmente a água. Ficando em casa é ainda mais fácil se hidratar pois temos a cozinha a nossa disposição e podemos criar receitas rápidas e saborosas para variar o sabor desta água. Tente fazer uma água aromatizada ou um chá (que pode ser gelado) no meio da manhã e no meio da tarde, assim você ingere algo que te da uma sensação de prazer e bem estar sem adicionar calorias extras no seu dia.

Água aromatizada

Ingredientes:

  • 1,5 L de água gelada
  • 1 laranja em rodelas
  • 1/2 pepino japonês com casca cortado em rodelas
  • 1 ramo de alecrim

Modo de preparo: Adicione todos os ingredientes em uma jarra com tampa, deixe na geladeira por pelo menos 30 minutos para pegar o sabor e consuma em até 8 horas. E é isso, sua receita está pronta! Bom apetite!

2. Rotina é essencial

É muito importante manter a rotina das refeições e definir horários bem específicos, assim não se corre o risco de comer fora de hora. A ideia é estipular horário fixo para fazer seu café da manhã, lanche de manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. Sei que muitas pessoas acham que é um excesso fazer seis refeições ao dia, mas já parou para observar que ao beliscar você acaba fazendo dez ou mais refeições ao longo do dia?

Uma outra dica é planejar as refeições no dia anterior, assim sabe exatamente o que vai comer e não abre brecha para os extras.

Crédito: iStock

3. Fibras e saciedade

Para se sentir saciado e aguentar esperar até a próxima refeição é importante investir nas fibras, que em conjunto com a água fornecerão uma sensação de saciedade prolongada. As melhores fontes de fibras são os legumes e as verduras principalmente por ter um valor energético bem baixo e assim não contribuem para o ganho de peso.

Estipule de um a dois dias na semana para preparar a salada que vai consumir no almoço e jantar. As folhas você deve higienizar na água clorada por 10 minutos, depois secar bem (eu gosto de utilizar um "seca salada") e então armazene em um pote com papel toalha, desta forma a folha dura a semana inteira.

Os legumes você pode cozinhar no vapor e deixá-los sem tempero na geladeira, na hora de montar a salada, utilize um molho caseiro para temperar e dar aquele sabor especial. Uma dica de molho simples e saboroso são aqueles feitos a base de iogurte, basta pegar um potinho de iogurte natural integral sem sabor, adicionar 2 a 4 colheres de sopa de azeite e 1 a 2 colheres de sopa do tempero desidratado da sua preferência (como alho, cebola, orégano, manjericão, salsinha, cebolinha, tomate seco, etc), coloca tudo dentro de um pote e agita bem.

Tente começar a sua refeição com um prato bem farto de legumes e verduras, assim consegue ter uma sensação muito boa de saciedade

4. Foque em outras distrações

É muito importante ter uma lista de coisas que te dão sensação de prazer, bem estar e que ocupe seu tempo. Pegue papel e caneta na mão e liste 30 coisas que você gosta de fazer e que podem ser feitas em casa, pode ser coisas simples como tomar um banho, ler um livro, assistir uma série, fazer uma auto-massagem, etc.

Toda vez que der aquela vontade de beliscar fora de hora, você vai respirar fundo, ler a sua listinha e escolher um item para fazer. Faça quantas atividades forem necessárias para preencher seu dia até a próxima refeição. Lembre-se que você não está com fome, apenas está buscando algo para se distrair e aliviar sua ansiedade, então outras atividades que não envolve comida também trazem o mesmo resultado

Crédito: iStock

5. Prazer sem culpa

Escolha um momento do seu dia, uma daquelas seis refeições para ter prazer e não sentir culpa. Pense aqui que vamos ignorar a qualidade do alimento, mas vamos manter o foco na quantidade.

Uma vez por dia se permita comer algo que goste como uma fatia de bolo, um biscoito, um salgadinho, pode ser qualquer coisa, mas lembre-se que tem que controlar a quantidade e quando vier aquela vontade de comer mais você mentaliza que amanhã vai poder ter este momento de novo! Isso faz com que a gente alivie a vontade de comer uma tranqueira todos os dias, porém como vamos controlar a quantidade, o peso não vai aumentar.

Sobre o autor

Verônica Laino é formada em Nutrição pela USP (Universidade de São Paulo), pós-graduada em Nutrição Clínica e Esportiva Funcional e coach de emagrecimento. Trabalhou em clínica particular por sete anos e hoje dedica seu tempo aos seus coachees e à produção de conteúdo online, mídias sociais e eventos, como forma de alcançar cada vez mais pessoas e ajudá-las a levar uma vida prática, saudável, balanceada e gostosa.

Sobre o blog

Dicas sobre nutrição, com foco na alimentação de verdade (e sem radicalismo), que vão te ajudar a fazer alterações concretas no seu estilo de vida. A ideia é que você alcance o seu verdadeiro potencial e atinja sua melhor versão.

Verônica Laino